Neste livro Contos de Fadas, uma apresentação de Ana Maria Machado. Pude me transplantar para um mundo de sonhos, fazendo-me mergulhar na história. Adorei o livro, li num dia e gostei da narração e do envolvimento que a história nos trás.  Li o livro pelo e-book.

http://www.informaniak.com.br/livro-da-vez-11-contos-de-fadas/


   São contos tradicionais, uma coleção mais adulta da editora Zahar que constituem um tipo de narrativa com características muito específicas. Falar em conto de fadas é evocar histórias para crianças, lembranças domésticas, ambiente familiar.
   No início da década de 1970, observou-se uma situação por ser tão diversa, havia uma grande desconfiança em relação aos contos de fadas, era moda falar mal deles. Sendo assim acusada por diversos males como: elitismo, sexismo, violência, moralismo, maniqueísmo. A psicanálise deu uma enorme contribuição a esse debate. De início, por meio de Jung e seus seguidores, trazendo o conceito do arquétipo como estrutura do inconsciente coletivo, ( inconsciente coletivo é a expressão psíquica da identidade cerebral, independente de todas as diferenças raciais), com essas contribuições ajudaram a considerar os chamados contos de fadas com um olhar de respeito.
   No entanto, em 1976 houve uma transformação crucial com esses livros, porque através da psicanálise dos contos de fadas, de Bruno Bettelheim existiu o divisor de águas, entre  como era visto esses tipos de livros, e como começou a ser visto.
As Histórias ou Contos do tempo passado, com moralidades foram publicadas em 1697. sob o nome do filho de Perrault. Mais adiante, a obra receberia o título de Contos da Mamãe Gansa, a mais conhecida. Os contos registrados por Perrault incluem Cinderela, Pele de Asno, O Gato de Botas, O Pequeno Polegar, Chapeuzinho vermelho e Barba Azul. O conto que mais me chamou atenção foi Cinderela, afinal quem nunca quis sair de gata borralheira para uma linda princesa, e casar com o príncipe?Ótimo livro para descansar a cabeça, aliviar as tensões da semana e ler num fds, tomando chá bem quentinho. Que tal? Espero que gostem da minha resenha. beijoos!! e até mais!!! ;))
Estando interessado(a) em saber um pouco mais sobre Jung, nesse site: http://www.letraefel.com/2009/09/o-inconsciente-coletivo-junguiano.html





Um Comentário

  1. Adorei amiga. Muito interessante pra ler com o Davi quando ele crescer um pouco mais.

    ResponderExcluir