Em homenagem aos 160 anos de Freud, conhecido como o pai da psicanalise. O livro foi reproduzido contando a história de uma de suas analisanda e por sua sensibilidade incurável também foi sua aluna, compilação dos diários mantidos por ela durante a análise. A poetisa americana Hilda Doolittle. A editora Zahar está com uma promoção muito boa sobre a história desse médico que deu início a cura das nossas emoções. A relação entre Hilda Doolittle e Freud entre 1933 e 1934 tornou-se mais profunda com o tempo, e Freud acabou por considerá-la tanto paciente quanto aluna, uma das poucas com sensibilidade o bastante para compreender suas teorias e técnicas. H.D., como era mais conhecida, registrou esse período de convivência intensa em dois tocantes depoimentos: "Escrito na parede", que foi a memória desse tratamento. Esse livro por amor a Freud,  eu realmente quero para mim, psicologia é uma forma encantadora de cuidar das almas e das pessoas que realmente precisam e as histórias movidas pelas mudanças desse médico são incontáveis. 

Deixe um comentário