Olá, tudo bem? Eu estou sumida por aqui. porque realmente estudar, fazer coisas da vida real, realmente cansa, e eu precisava de um tempo longe para respirar! E sim, estou de volta para principalmente falar dos problemas de uma forma bem leve. Eu resolvi começar esse texto falando sobre como é está do lado abusivo de uma amizade. Por anos, eu sempre quis cuidar das pessoas, até que isso começou a me esgotar emocionalmente. Eu simplesmente quis abandonar da minha vida tudo aquilo que não tivesse mais afinidade comigo, com meus valores. Não porque eu não me importasse, talvez por isso, demorou tantos anos eu me desfazer de amizades que não me deixavam mais bem, que me sufocavam, até que o bote emocional transbordou...Então, eu resolvi voltar a me centrar em mim, fazer técnicas terapêuticas, Yoga e meditação que me levaram a grande e melhor descoberta, eu mesma! 


Quando, estamos profundamente nos descobrindo e trabalhando todo bem estar interior, é possível se perceber mais interessante do que você pudesse imaginar, e isso te faz abandonar aquilo que não está mais fazendo conexão real com que você se tornou, entende? A sua energia começa ficar tão diferente, que não depende mais de ninguém, a não ser você. Eu mudei tanto nesse período que olho para mim mesma, e me vejo tão diferente e tão mais feliz. Com mais experiências, e exigências que não cabem mais para compartilhar com quem não me entende, porque você não se encaixa mais dentro daquele pote, você transbordou e sufocou do mesmo. E se realizou. É outra pessoa, mais interessante e não suporta  mais aquelas coisas, não aceita competição dentro de uma amizade, inveja, que falem mal das coisas que você admira e gosta, e você se pergunta: mas, era só falar isso? sera? Porque quando você modifica só falar não basta, porque seu interior saturou do mesmo. 






Eu hoje, me sinto igual a uma borboleta que resolveu voar para outros ares...assistindo um filme, que falava do mesmo problema que eu tive que presenciar, me tornando quase um especialista das pessoas que sofriam por problemas sérios mentais. Mas, que apenas uma mudou quando realmente resolveu se transformar por si mesmo, e encontrou a cura nas terapias holísticas, que eu a admiro muito. Porém, quando convivemos com o cansaço nem quando a pessoa muda você consegue conviver com ela. Porque o seu coração se esgotou daquela forma doentia de amizade. Portanto,  nem sempre você vai viver um relacionamento abusivo. só afetivo. Existe abuso é, em qualquer tipo de relação. e eu infelizmente fui inocente por acreditar que eu poderia ajudar a outra pessoa. Essa pessoa que mencionei, só mudou quando eu sair de cena, e a pessoa um dia procurou essa ajuda por si mesma. Nós da área da psicologia, tem essa esperança em que podemos ajudar o outro. Só é possível se essa pessoa quiser, o que nada tem a ver com estar fazendo tratamento, porque pode ser apenas para agradar um amigo. Nunca vai funcionar. É melhor ser sincero com seu dinheiro, e com as pessoas ao seu redor,  e consigo mesmo.

E quando você está do outro lado? Do lado abusivo? Você apenas dá um basta e sai de cena, que as coisas se resolvem. E se você não consegue sair? É porque está precisando olhar para dentro de si. Qualquer relacionamento tem que estar bom para ambas as partes, se não está vai embora!


  foto: https://www.horoscopovirtual.com.br/artigos/o-amor-da-sua-vida-pode-estar-indo-embora








 

Deixe um comentário